O desafio de decorar quartos pequenos

As cidades crescem diariamente. E como abrigar todas essas pessoas senão em casas e apartamentos cada vez menores? Até algum tempo, apartamentos de 70m² eram considerados pequenos. Hoje, nos grandes centros, já é difícil achar opções com essa área. E com metragens menores, todos os ambientes acabam sofrendo com a falta de espaço.

Como a maioria das pessoas prezam por uma boa área de convivência, os quartos são os primeiros itens a serem reduzidos. Mas com uma boa dose de criatividade é possível decorá-los de modo a minimizar essa sensação – e ganhar, de brinde, um ambiente muito mais interessante. Confira algumas dicas!

  1. Prefira os móveis sob medida

Quanto menor o espaço, mais importante é optar por móveis que sejam feitos sob medida. Apenas assim é possível aproveitar 100% o espaço, garantindo uma sensação maior de amplitude.

No quarto, especificamente, essa observação é ainda mais verdadeira, graças a necessidade que temos de guardar roupas, sapatos e acessórios. Um armário simples, comprado pronto, dificilmente irá suprir essa necessidade quando seu espaço for reduzido.

  1. Espelhos fazem a diferença

Use pelo menos um espelho na decoração, seja na parede, no armário ou atrás da cama. Os espelhos são capazes de trazer uma grande sensação de amplitude ao ambiente, pois dão a ilusão de que ele é maior. Além disso, combinam com todo o tipo de decoração, garantindo equilíbrio estético na composição do quarto.

  1. Persianas economizam espaço

Quando o quarto é pequeno, é preciso evitar elementos decorativos muito pesados e volumosos, que ocupam espaço e diminuem a sensação de amplitude. As cortinas, por exemplo, podem pesar dependendo do seu porte e volume. Nestes casos, um modelo mais fino pode ser uma boa opção. Por ser mais discreto, ele irá valorizar a decoração de uma maneira sutil, sem pesar no ambiente.

A cortina painel com blackout é ideal. Ela é moderna, lisa, fina e valoriza o ambiente sem pesar. Ela ainda é altamente funcional, pois possui bloqueio praticamente total da luminosidade, garantindo conforto para o seu quarto. O blackout é acoplado ao tecido, por isso as cores e estampas podem variar de acordo com a decoração do ambiente.

painel-blackout-230dpi1

  1. Utilize os espaços improváveis

Sabe aquele cantinho que a maioria das pessoas esquece? Quem tem um quarto pequeno não pode se dar ao luxo de esquecer dele. Um bom exemplo é a parede acima da porta. Com um móvel sob medida ela se torna o lugar certo para objetos pouco utilizados.

A própria cama box, graças a inúmeras novidades do mercado, pode se transformar em um baú, capaz de guardar com maestria os mais variados objetos, como roupa de cama, toalhas, travesseiros e cobertores. Qualquer canto pode se tornar uma boa solução de espaço e organização. Basta usar a criatividade!

  1. Menos é mais

Um erro comum ao decorar ambientes pequenos é a vontade que muitas pessoas têm de colocar vários objetos decorativos. Mas quanto menos o espaço, mais devemos prezar pelo conceito de que menos é mais.

Quanto mais cheio for um ambiente, menor ele irá parecer. Móveis e objetos em excesso podem dificultar a circulação, resultando em um ambiente que parece ainda menor. A solução é minuir os excessos e optar apenas por aquilo que, além de bonito, também é funcional.

nucleodesignrio arquiteta vera leao

                                                                                                                                                            Fonte: Núcleo Design Rio

  1. Cores claras

Sabe aquela história de que preto emagrece? Na decoração podemos usar o mesmo conceito: o escuro diminui enquanto o claro aumenta. Portanto, paredes, móveis, tapetes, cortinas e todos os outros objetos devem ser pensados em cores claras, que valorizam seu espaço.

Não importa o tamanho do seu quarto, mas sim a maneira de decorá-lo. Com criatividade é possível transformar um pequeno espaço em um ambiente ricamente decorado, com muito estilo e personalidade!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *