Dicas:Como utilizar plantas na decoração

Fumaça de carros, barulho de trânsito, cimento e tijolo. Se você sente-se um pouco sufocado com tudo isso, saiba que tem como combater o “excesso de civilização” com algumas dicas para a decoração de sua casa. Uma delas é usar plantas e, deste modo, você conseguirá conferir um ar bucólico a seus ambientes.

Há muitas maneiras de se usar plantas na decoração. Elas combinam com todos os estilos de personalidade e trazem leveza ao mais carregado dos ambientes. Falta espaço? Isso não é motivo para deixar de ter seu jardinzinho caseiro. Existem soluções para qualquer tamanho de cômodo e casa. Falta tempo? Há vários tipos de plantas que requerem poucos cuidados ou você pode, até mesmo, recorrer às plantas artificiais sem comprometer o bom gosto e a naturalidade.

Trazemos hoje várias dicas e tipos de uso de plantas na decoração. Acompanhe:

plantas na decoraçao

  • Tipos de plantas para quem não dispõe de muito tempo para os cuidados:

Plantas precisam de cuidados como iluminação adequada (algumas gostam de sol, outras são mais sensíveis), água e reposição de terra. Plantas como bambu-fortuna, cactos e suculentas são mais fáceis de serem mantidas. Outra opção é a espada de São Jorge, disponível em vários tamanhos e que fica linda em grandes vasos.

Palmeira ráfia também é uma boa escolha. Encontrada até em supermercados, esta planta tem origem chinesa e pode viver bem em interiores, pois não necessita de muita exposição solar.

Pesquise sobre os cuidados da planta antes de adquiri-la e encaixe isto em sua rotina.

  • Soluções para falta de espaço:

Se você não possui muito espaço para ter plantas, pense em um jardim vertical. O jardim vertical consiste em um painel onde ficam suspensos vasos estreitos (que podem ter vários tamanhos e tipos) e é uma tendência forte na decoração de ambientes. Você terá uma verdadeira parede florestal.

Outra solução é o uso de mini-vasos com bonsais, violetas e pequenos cactos. Estes vasinhos podem ser espalhados por mesas, estantes e aparadores.

plantas na decoraçao 5

  • Versatilidade e utilidade: uma mini-horta para lhe servir.

A elaboração de uma mini-horta é um trabalho muito prazeroso (e até mesmo relaxante) para quem gosta de trabalhos relacionados ao cultivo, além de ser uma ótima ferramenta para quem cozinha. Os maiores benefícios da horta em casa é ter temperos frescos ao seu dispor, além de trazer um aspecto natural ao ambiente, servindo como um verdadeiro item decorativo.

Pesquise as várias formas de se ter uma horta. Se você tem um quintal, use jardineiras. Se não, você pode valer-se de vasos, xícaras, latas decorativas e, até mesmo, garrafas pet. Há muitas técnicas e ideias criativas e sustentáveis para compor uma horta caseira.

  • Soluções diferenciadas:

O uso de vasos no chão pode ajudar a preencher cantos e enfeitar escadarias. Vários vasos pequenos nos degraus de uma escada dão um efeito incrível. Cactos e bonsais são ótimas escolhas.

Outra dica diferente é usar vasos inusitados como canecas, latas decorativas e bules. Na cozinha, este tipo de arranjo é muito adequado.

Divisórias com plantas de grande porte podem ser soluções naturais e usuais em cômodos grandes. Bambu e dracena servem bem para este fim.

Em estantes e prateleiras, plantas que ficam suspensas como samambaias, jiboias ou filodendro podem servir como excelentes adornos.

plantas na decoraçao 4

  • Plantas artificiais: como usá-las sem comprometer a naturalidade?

Se cuidar de plantas não é nem um pouco fácil para você, mas você gostaria de ter um verdinho em casa, as plantas “fakes” podem ser uma solução. Consideradas um pouco bregas há algum tempo, elas retornaram ao círculo do bom-gosto devido ao desenvolvimento da produção de réplicas – cada vez mais parecidas com as originais e delicadas. Mesmo assim, a linha que divide a elegância e o “over” na hora de usar flores artificiais, é muito tênue.

Alguns exemplares de plantas que possuem ótimas réplicas são as orquídeas, buxinha, pata de Elefante e Bambu Mosso. A principal dica para não errar é não exagerar. Não encha um local com plantas artificiais. Elas servem para enfeitar e não compor um jardim.

A mistura de folhas e flores dá um efeito mais natural ao arranjo. Além disso, há de se ter muito cuidado na escolha da réplica. Escolha opções bem fabricadas. Consulte as imagens da planta original para comparar.

E, por último, mantenha-as sempre limpas, uma vez que flores artificiais tendem a acumular poeira.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *